Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

  • 06/12/2017
  • 09:54
  • Atualização: 10:01

Confronto entre facção e BM termina em tiroteio e morte em Porto Alegre

Um criminoso morreu e outro foi preso durante perseguição na zona Norte da Capital

Armamento apreendido durante a ação | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

Armamento apreendido durante a ação | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Um confronto entre integrantes da facção Anti-Bala e o efetivo 20ºBPM terminou com um criminoso morto no final da madrugada desta quarta-feira, em Porto Alegre. O embate aconteceu no Loteamento Timbaúva, no bairro Rubem Berta, zona Norte de Porto Alegre.

A BM havia sido alertada sobre o deslocamento de um “bonde” do grupo para Alvorada, onde atacariam um reduto da facção rival Bala na Cara. Mobilizados, os policiais militares realizaram buscas e depararam-se então com dois veículos, um Peugeot 307, de cor prata, e um Ford Fiesta, de cor preta. Iniciou-se uma perseguição até a rua José Grisólia, onde os ocupantes do Peugeot 307 dispararam contra os brigadianos. Após os tiros, o condutor perdeu o controle do carro.

No tiroteio, um dos bandidos, que usava um colete balístico escrito “Polícia Civil”, foi atingido e morreu. Ele tinha antecedentes por tráfico de entorpecentes, roubo a pedestre, receptação, extorsão, furto arrombamento estabelecimento comercial, furto mão grande e lesão corporal.

Já um cúmplice, com antecedentes por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma de fogo, acabou sendo preso. Outros dois embrenharam em um matagal. Os policiais militares apreenderam um fuzil, uma espingarda, uma pistola e um revólver. O Peugeot 307 tinha placas clonadas e encontrava-se roubado.

Os ocupantes do Ford Fiesta conseguiram fugir da abordagem. A Brigada Militar não descarta que os homens desse veículos tenham desovado o corpo de um “inimigo” na rua General Sady Cahen Fischer, no bairro Rubem Berta. O cadáver foi localizado ao amanhecer. A vítima havia sido amarrada e executada a tiros, tendo sido provavelmente arrebatada em algum local.