Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

  • 18/04/2017
  • 18:19
  • Atualização: 18:22

Homem que estuprou mulher em estacionamento de hospital é condenado a 16 anos de prisão

Caso ocorreu em 19 de julho de 2016, quando o réu a abordou em uma suposta tentativa de assalto

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A Justiça condenou a 16 anos de prisão em regime fechado o acusado de estuprar uma médica no estacionamento do hospital Ernesto Dornelles, em Porto Alegre, ainda no ano passado. O caso ocorreu em 19 de julho, quando o réu abordou a profissional na saída do trabalho em uma suposta tentativa de assalto. Na sequência, ele passou a agredir a vítima até ela fingir um desmaio.

Antes de abandonar a médica em um canto do pátio, o agressor desferiu socos, tapas e chutes, arrancou a blusa e vendou os olhos da vítima. Ela tentou fugir por duas vezes, sem sucesso. O caso só chamou a atenção dos seguranças do hospital depois que a mulher gritou por ajuda, ao ser libertada.

O homem acabou preso em flagrante. A Justiça acatou a denúncia da 9ª Promotoria de Justiça Criminal de Porto Alegre e condenou o réu em regime inicial fechado, sem possibilidade de recorrer em liberdade.

Na decisão, o juiz José Luiz John dos Santos entendeu a prática como “estupro típico e consumado, ou seja, o mero início da prática do ato libidinoso já consuma o delito, sendo que o fato de ter sido interrompido antes do término da relação sexual não torna a conduta tentada ou atípica”.