Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Abril de 2017

  • 19/04/2017
  • 07:57
  • Atualização: 08:29

Homem mata comparsa acidentalmente antes de assalto em Guaíba

Depois de atirar no colega, autor do disparo se apresentou à polícia

  • Comentários
  • Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

Um homem se apresentou à Polícia Civil como o autor do tiro que matou um comparsa, quando a dupla se preparava para realizar um assalto em Guaíba, na Região Metropolitana. O caso aconteceu na noite dessa terça-feira. De acordo com o delegado Cleomar Marangoni, o suposto autor do crime chegou à cidade por volta das 21h30min em um veículo Astra roubado.

O suspeito relatou aos policiais que era de Rio Pardo e que se deslocava para realizar um roubo em um local que só o amigo conhecia em Guaíba. A dupla parou o carro em uma estrada para trocar de roupas e se preparar para o crime.

Quando manuseava uma pistola 9mm, que seria usada no crime, um dos criminoso deu tiro acidental, atingindo a cabeça do comparsa. Após constatar a morte do colega, o autor do tiro alegou ter desistido e jogado a arma em um arroio da região de Guaíba. Como o suposto atirador alegou não conhecer a região, ele teria rodado com o corpo dentro do carro por cerca de cinco horas até achar uma Delegacia de Polícia e se apresentar aos agentes de Guaíba.

Os policiais revistaram o veículo e constataram a morte do comparsa. A vítima foi identificada como Ozi Guiomar Cardoso de Freitas, de 23 anos. O autor, de 21 anos, foi encaminhado para exames residuográficos nas mãos. O delegado afirma que, até o momento, os indícios apresentados comprovam a história, mas o caso será investigado pela Polícia Civil de Guaíba.