Correio do Povo | Notícias | Diretora de escola de Porto Alegre é agredida por mãe de alunos

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de Junho de 2019

  • 07/11/2018
  • 09:57
  • Atualização: 14:00

Diretora de escola de Porto Alegre é agredida por mãe de alunos

Esse é o terceiro caso de violência contra professores em três semanas

Escola suspendeu as aulas após diretora ser agredida  | Foto: Alina Souza

Escola suspendeu as aulas após diretora ser agredida | Foto: Alina Souza

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em três semanas, três professores de escolas de Porto Alegre foram agredidos. Nessa terça-feira, a vítima foi a diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental Vera Cruz, no bairro Glória. A mãe de dois alunos, que estudam no 1º e 2º ano, agarrou pelo braço a coordenadora pedagógica – que aguardava há 40 minutos a mulher que estava atrasada para buscar as crianças.

As aulas terminam às 17h, mas só por volta das 17h40min, a mulher chegou para buscar os estudantes. A diretora, duas professoras e uma auxiliar ficaram aguardando na escola, na rua Dona Luiza Rocco, preocupadas por não terem informações da mãe dos meninos. Quando a mulher chegou, acompanhada de uma amiga, a diretora teria a repreendido por não ter comunicado que iria se atrasar. Além disso, as crianças estavam sozinhas na escola e corriam o risco de serem assaltadas.

A mãe dos estudantes ficou ofendida e segurou a diretora pelo braço e a puxou, arranhando a vítima. Segundo uma professora da escola que não quis se identificar, um rapaz, que passava pela rua, apartou a briga. “Ele disse: ‘Olha as crianças, não façam isso’”, contou.

A mãe dos meninos e sua amiga foram embora e durante o caminho teriam ainda provocado a diretora. Se sentindo ameaçada, ela entrou em um mercado próximo à escola e chamou a Brigada Militar. O caso de agressão foi registrado na 13ª Delegacia de Polícia. A diretora também passou por exame de corpo de delito.

Por causa da agressão, as aulas foram suspensas. A escola tem 498 alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Nesta quinta-feira, as atividades serão retomadas. Nesta quarta, os professores foram todos com camisetas pretas à escola em forma de protesto pela agressão.

Terceiro caso em três semanas 

Este foi o terceiro caso de agressão contra professores em Porto Alegre. Anteriormente, uma docente foi agredida a socos pela irmã de uma aluno da Escola Municipal Grande Oriente do Rio Grande do Sul, localizada no bairro Rubem Berta. 

Uma semana antes, outra professora, que trabalha na Escola Municipal Afonso Guerreiro Lima, na Lomba do Pinheiro, foi alvo de socos e chutes desferidos pela irmã de um estudante. 

Foto: Alina Souza