Correio do Povo | Notícias | SAP promete aumentar número de funcionários em São Leopoldo até 2020

Porto Alegre, sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

  • 07/09/2017
  • 16:21
  • Atualização: 16:27

SAP promete aumentar número de funcionários em São Leopoldo até 2020

Comitiva do governo do Estado visitou a sede da empresa que produz software de gestão

  • Comentários
  • Fernanda Pugliero / Da Alemanha

Após a visita na sede da Stihl, a comitiva liderada pelo governador dirigiu-se à cidade de Walldorf, a cerca de 100 quilômetros de Waibling, que fica próxima a Stuttgart, no Sul da Alemanha. A pequena cidade abriga a sede de outra empresa alemã com presença no RS. A SAP produz softwares de gestão para empresas. A empresa espera aumentar o número de funcionários na filial em São Leopoldo nos próximos anos.

Com cerca de 800 colaboradores, no Tecnosinos, a SAP pretende chegar a 1.200 nos próximos anos. Hoje, a empresa conta ainda com cerca de 20 desenvolvedores que trabalham com inovação e Big Data. Até 2020, entretanto, esse número deve chegar a 100.

Em março, a empresa já havia anunciado investimento na ordem de 40 milhões de reais. “Vamos investir em São Leopoldo. A extensão do prédio é necessária, porque o tamanho da sede já não é suficiente”, afirmou o diretor de Operações, Dr. Clemens Daeschle.

O desejo de ampliação e no desenvolvimento de pesquisa em inovação foi reforçado pelo vice-presidente Executivo de Big Data, Dr. Franz Faerber, que também fez um pedido ao governo do Estado: “Nós gostaríamos de empregar mais pessoas (no RS), se houvesse mais pessoas disponíveis. O que peço é que vocês invistam em Educação, especialmente para qualificar pessoas em Tecnologias da Informação e Big Data.”

E é justamente no desenvolvimento de plataforma que utilizam a análise de um grande volume de dados (Big Data) que a SAP concentra sua atenção na filial gaúcha. Durante o encontro, a empresa apresentou ainda exemplos da utilização de um software de análise de dados na gestão pública. O programa facilita a tomada de decisão dos governantes a partir da análise de dados.

Interessado na proposta, o governador José Ivo Sartori já deixou combinada uma reunião entre o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana, e a equipe da SAP no Brasil para que seja pensada em uma alternativa para a Segurança Pública. “É de interesse do Estado desenvolver esse tipo de análise para a área da Segurança. Poderia funcionar em parceria com os municípios”, sugeriu Sartori.

Os representantes da SAP na Alemanha também enfatizaram a necessidade de melhorias nas áreas de Segurança, Educação e infraestrutura. Além disso, pediram ao governador para levar um recado à empresa Fraport, nova administradora do Aeroporto Internacional Salgado Filho, empresa que será visitada pela comitiva hoje: que seja criada uma rota aérea que ligue Porto Alegre a Frankfurt sem necessidade de conexão. Atualmente, não existem voos diretos da capital gaúcha para nenhuma cidade alemã.