Correio do Povo | Notícias | Governo eleito define perfil técnico para a Secretaria da Fazenda

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Junho de 2019

  • 13/11/2018
  • 21:16
  • Atualização: 21:22

Governo eleito define perfil técnico para a Secretaria da Fazenda

Eduardo Leite já teria definido sua preferência por nome, que ainda não foi anunciado oficialmente

Eduardo Leite já teria definido sua preferência por nome, que ainda não foi anunciado oficialmente  | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Eduardo Leite já teria definido sua preferência por nome, que ainda não foi anunciado oficialmente | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

O próximo secretário da Fazenda do Estado deverá ser um profissional das finanças, mas fora da carreira fazendária e da atividade político-partidária. Informações de bastidor dão conta de que, após a recusa do atual secretário da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal, o governador eleito Eduardo Leite (PSDB) já teria definido sua preferência pelo nome de quem será o guardião da chave do cofre público dos gaúchos.

“Não é necessariamente um técnico da carreira fazendária, nem é uma pessoa filiada ao partido do governador. O que sabemos é que o nome predileto está definido, embora não tenha sido divulgado”, comentou um representante da equipe de transição nesta terça-feira.

Entre as especulações, destaca-se a aposta no nome de Cláudio Gastal, diretor-executivo do Movimento Brasil Competitivo, iniciativa de suporte à gestão bancada pelo empresário Jorge Gerdau Johannpeter.

Gastal foi recentemente designado por Leite como coordenador técnico da transição entre os governos Leite e José Ivo Sartori. Discreto, Gastal atuou como consultor na transição municipal que conduziu o prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) ao Paço Municipal. Seu perfil indica a predileção pela atuação restrita ao gabinete, embora sua qualificação profissional o credencie para a interlocução com o público.