Correio do Povo | Notícias | Futuro secretário de Leite defende retorno das atividades da FEE

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Junho de 2019

  • 15/12/2018
  • 08:27
  • Atualização: 11:37

Futuro secretário de Leite defende retorno das atividades da FEE

Artur Lemos ainda não sabe se Fundação será retomada ou se as funções serão assumidas por uma secretaria

Lemos reconheceu que a Fundação de Economia e Estatística, que foi extinta, será retomada | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Lemos reconheceu que a Fundação de Economia e Estatística, que foi extinta, será retomada | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

  • Comentários
  • Taline Oppitz

O futuro secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura do governo Leite, Artur Lemos (PSDB), defendeu a união das duas áreas em única pasta, sustentando que os temas são dependentes e que haverá agilização dos processos “sem afrouxar a fiscalização”. Ex-secretário do governo Sartori e integrante da transição, Lemos reconheceu que a Fundação de Economia e Estatística (FEE), que foi extinta, será retomada.

“Os dados da FEE subsidiam diversas áreas do governo, não apenas na economia. São fundamentais. Ainda não sabemos se a fundação será retomada ou as atividades exercidas por uma secretaria”, afirmou.

A extinção da FEE poderá ser revertida a partir de janeiro. O governador eleito Eduardo Leite (PSDB) não apenas deu sinal verde para que a equipe de transição dê andamento nas discussões sobre a volta da fundação, como já conheceu parte dos estudos visando o retorno da FEE.

Hoje, a Secretaria do Planejamento está tocando algumas atividades da FEE. Os funcionários da fundação, alguns com mestrado e doutourado, estão espalhados por várias secretarias do Estado sem nenhuma afinidade com as suas especialidades, com evidente desperdício de talento e trabalho, já que a grande maioria tem formação acadêmica em economia e administração.

O encerramento das atividades da histórica entidade, fundada em 1973, e que é detentora da maior fonte de dados estatísticos sobre o RS, foi decidida pelo governador José Ivo Sartori em 2016.