Correio do Povo | Notícias | Três deputados federais gaúchos eleitos em 2014 não disputarão reeleição

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Agosto de 2019

  • 07/08/2018
  • 16:51
  • Atualização: 18:15

Três deputados federais gaúchos eleitos em 2014 não disputarão reeleição

Heinze e Pepe Vargas disputam eleições para outros cargos e Sérgio Moraes fica fora do pleito

Demais parlamentares gaúchos na câmara vão tentar manter cargos em Brasília | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados / CP Memória

Demais parlamentares gaúchos na câmara vão tentar manter cargos em Brasília | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados / CP Memória

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

Dos 31 deputados da bancada federal gaúcha na Câmara, eleitos em 2014, 28 vão disputar a reeleição, em outubro. Com o fim das convenções partidárias, nesse domingo, os deputados federais Luis Carlos Heinze (PP), Pepe Vargas (PT) e Sérgio Moraes (PTB) confirmaram que buscarão outro rumo político. Os demais vão tentar manter os cargos em Brasília.

A saída do trio da corrida eleitoral ocorre por motivos diferentes. Campão de votos em 2014, Luis Carlos Heinze (PP) abriu mão da candidatura para concorrer a uma das duas vagas ao Senado reservadas para o Rio Grande do Sul.

Já o presidente estadual do PT, Pepe Vargas, recuou e decidiu disputar uma das 55 cadeiras da Assembleia Legislativa. Reeleito em duas oportunidades, Sérgio Moraes (PTB), não vai disputar cargo eletivo. Em 2014, 21 das 31 vagas foram ocupadas por deputados que conseguiram se reeleger.

Deputados federais gaúchos tentam reeleição:

Afonso Hamm (PP)

Afonso Motta (PDT)

Alceu Moreira (MDB)

Bohn Gass (PT)

Cajar Nardes (Podemos)

Carlos Gomes (PRB)

Covatti Filho (PP)

Danrlei (PSD)

Darcísio Perondi (MDB)

Giovani Cherini (PR)

Giovani Feltes (MDB)

Heitor Schuch (PSB)

Henrique Fontana (PT)

Jerônimo Goergen (PP)

João Derly (Rede)

José Otávio Germano (PP)

José Stédile (PSB)

Márcio Biolchi (MDB)

Marco Maia (PT)

Marcon (PT)

Mária do Rosário (PT)

Onyx Lorenzoni (DEM)

Osmar Terra (MDB)

Paulo Pimenta (PT)

Pompeo de Mattos (PDT)

Renato Molling (PP)

Ronaldo Nogueira (PTB)

Yeda Crusius (PSDB)

Deputados suplentes que deixaram a Câmara e vão concorrer:

Assis Melo (PCdoB), vai concorrer à Câmara Federal

Fernando Marroni (PT), vai disputar uma das vagas na Assembleia Legislativa gaúcha

Jones Martins (MDB), vai concorrer à Câmara Federal

José Fogaça (MDB), vai disputar vaga no Senado

Mauro Pereira (MDB), vai concorrer à Câmara Federal

Deputados eleitos que interromperam o mandato em início de 2017:

Luiz Carlos Busato (PTB), eleito, é prefeito de Canoas e cedeu mandato para Cajar Nardes (ex-PR, atual Podemos)

Nelson Marchezan Junior (PSDB), eleito, é prefeito de Porto Alegre e cedeu mandato para Yeda Crusius (PSDB)