Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de Maio de 2017

  • 20/03/2017
  • 10:32
  • Atualização: 11:40

Europa exige suspensão de empresas envolvidas em fraude da carne

Coreia do Sul anunciou bloqueio temporário da importação de frango brasileiro da BRF

Europa exige suspensão de empresas envolvidas em fraude da carne  | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

Europa exige suspensão de empresas envolvidas em fraude da carne | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e AFP

A Europa exige que todas empresas citadas no escândalo da fraude da carne tenham os produtos impedidos de entrar no mercado do continente. A informações foi divulgada nesta segunda-feira pelo jornal O Estado de São Paulo. De acordo com a publicação, o bloco pediu ainda que os membros adotem "vigilância extra" ao tratar de qualquer produto brasileiro no setor de carnes. 

A UE também pediu ao Brasil que suspenda "a certificação desses estabelecimentos durante o processo de exclusão da lista", acrescentou o porta-voz do executivo comunitário. De concreto, dos 21 frigoríficos envolvidos no escândalo da "Carne Fraca", quatro tinham permissão de exportar para os 28 países do bloco europeu.

Nesta segunda, o principal sindicato de agricultores europeus Copa-Cogeca também pediu que sejam garantidas as normas de segurança da União Europeia nas negociações em curso com os países do Mercosul, ao expressar sua preocupação com o escândalo da carne brasileira.

"A respeito das conversações comerciais com o Mercosul, enviamos uma carta à Comissão Europeia pedindo que sejam cumpridas nossas normas de segurança e que os países do Mercosul garantam o rastreio individual do gado", indica um comunicado do secretário-geral desta organização, Pekka Pesonen.

Para Pesonen, o bloco sul-americano não tem os mesmos padrões de segurança que a União Europeia, dando como exemplo "o caso do Brasil", e pediu a Bruxelas que alcance "acordos justos e equilibrados sobre a agricultura em qualquer acordo comercial" para não comprometer os padrões de segurança europeus.

Coreia do Sul evita frango brasileiro 

Conforme o Estado de São Paulo, a Coreia do Sul anunciou que vai suspender, ao menos de forma temporária, a importação de frango brasileiro da BRF, uma das empresas citadas na operação Carne Fraca, deflagrada na semana passada pela Polícia Federal (PF). A agência Bloomber relatou que a China também decidiu barrar as compras de carne bovina do País. 

A suspensão europeia foi anunciada pelo porta-voz da Comissão Europeia para assuntos de Saúde, Enrico Brivio, numa coletiva de imprensa em Bruxelas. "Estamos em um processo para garantir que todos aqueles envolvidos na fraude não possam exportar para a Europa", disse.