Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

  • 02/02/2018
  • 23:09
  • Atualização: 23:12

Plano Estadual de Controle do Javali deve entrar em vigor neste ano

Verba de R$ 400 mil foi liberada para evitar prejuízo ambiental com a espécie

Verba de R$ 400 mil foi liberada para evitar prejuízo ambiental com a espécie | Foto: CP Memória

Verba de R$ 400 mil foi liberada para evitar prejuízo ambiental com a espécie | Foto: CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em gestação desde o início de 2017, o Plano Estadual de Controle do Javali deve se concretizar neste ano. A expectativa é da diretora do Departamento de Biodiversidade da Secretaria do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (Sema), Liana Barbizan, que coordena o Programa Estadual de Controle de Espécies Exóticas, no qual estão inseridos os javalis. De acordo com Liana, o Conselho Estadual de Meio Ambiente aprovou em 21 de dezembro passado a resolução que estabelece as regras de controle de cada espécie. “Também temos recursos aprovados do Fundo Estadual de Meio Ambiente para aplicar nessas ações”, aponta, referindo-se a uma verba próxima de R$ 400 mil.

Liana diz que existe uma grande preocupação do Estado com o avanço da população de javalis, assim como sobre seus impactos econômicos e sanitários, e que a demora em colocar em prática o plano local de controle se deveu à espera pela aprovação do Plano Nacional de Controle da espécie, que ocorreu no segundo semestre de 2017. Ela ressalta ainda que, a partir de março, os órgãos públicos e organizações envolvidas na elaboração da proposta de controle - além da Sema, a Secretaria de Agricultura Pecuária e Irrigação (Seapi), Ibama e Equipe Javali do Pampa, entre outras - voltam a se reunir para debater o assunto.

“Estamos atentos ao problema e sabemos que a questão do javali atingiu grandes proporções”, reconhece. “Já temos registros até da presença destes em unidades de preservação ambiental do Estado”, revela. “Por isso, esperamos concluir o mais rápido possível o plano”.

Desde o ano passado, a Secretaria de Agricultura vem fazendo a capacitação de agentes de manejo populacional do javali (os caçadores licenciados pelo Ibama). Segundo a coordenadora do Programa de Sanidade Suína, Juliane Webster, já foram treinados 140 agentes.

A secretaria oferece curso específico de adequação às normativas editadas em 2017 sobre o assunto, que tratam da coleta de material para análise sanitária e do transporte de carcaças. “A partir de março vamos retomar os cursos, selecionando as regiões por demanda. Devemos começar por Pelotas e Santana do Livramento”, adianta Juliane.


TAGS » Rural, Meio Ambiente