Correio do Povo

20/04/2017 17:09 - Atualizado em 20/04/2017 18:05

Notícias > Geral

Secretaria de Saúde suspende o uso e proíbe a venda do contraceptivo Demedrox

Secretário recebeu a notificação de dois casos de gravidez durante o uso do medicamento

Venda do contraceptivo injetável Demedrox® foi proibida no RS- Crédito: Reprodução / CP
Venda do contraceptivo injetável Demedrox® foi proibida no RS
Crédito: Reprodução / CP

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) determinou, nesta quinta-feira , a suspensão do uso e proibição da venda do contraceptivo injetável Demedrox® (acetato de medrox progesterona) em todo o Rio Grande do Sul. A decisão foi anunciada pelo secretário estadual da saúde, João Gabbardo dos Reis, após receber a notificação de dois casos confirmados de gravidez durante o uso dessa medicação. Os motivos da falha do método contraceptivo serão apurados e, segundo o secretário, a medida adotada hoje visa a prevenir novos casos. O medicamento é fornecido pelo Ministério da Saúde e distribuído pelo Estado aos municípios pelas Coordenadorias Regionais de Saúde. Neste momento, a SES reforça a importância do uso de métodos de barreira, como camisinha masculina e feminina. Recomenda também que as usuárias procurem os serviços de Saúde, a que estão vinculadas, para mais orientações.

GERAL > correio@correiodopovo.com.br