Correio do Povo | Notícias | Morte de cachorro motiva protesto em Santiago neste sábado

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Julho de 2019

  • 28/12/2018
  • 18:34

Morte de cachorro motiva protesto em Santiago neste sábado

Batizado de Juliano, cão foi morto com uma facada por homem que alegou agressão

  • Comentários
  • Renato Oliveira

A Associação de Conservação e Proteção aos Animais de Santiago, na região Central do Estado, irá realizar protesto neste sábado devido à morte de um cão comunitário no município. Batizado de Juliano, o cachorro foi morto com uma facada no Parque Zamperetti, no último domingo. O caso foi registrado pela Brigada Militar depois que um funcionário do espaço acionou o 190. Um casal também teria presenciado a agressão. Segundo o registro policial, um homem de 44 anos feriu com uma faca o animal, que morreu minutos após, sem chance de socorro.

O suspeito afirmou, conforme consta em registro policial, que o cão teria mordido o cachorro da irmã e que ele empurrou Juliano com o pé. Um termo circunstanciado foi instaurado pela Brigada Militar e remetido ao Judiciário. A manifestação da associação para pedir justiça no caso está prevista para iniciar às 16h, na praça Moisés Viana, com caminhada até o Parque Zamperetti. Dócil, o cão comunitário era uma atração no local.