Correio do Povo | Notícias | América-MG bate Santos e ganha fôlego na briga contra o rebaixamento

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Junho de 2019

  • 18/11/2018
  • 19:33
  • Atualização: 19:35

América-MG bate Santos e ganha fôlego na briga contra o rebaixamento

Rafael Moura e Matheusinho marcaram os gols do time mineiro

América-MG bateu o Santos em BH | Foto: Mourão Panda / América-MG / CP

América-MG bateu o Santos em BH | Foto: Mourão Panda / América-MG / CP

  • Comentários
  • AE

O América-MG venceu o Santos por 2 a 1, neste domingo, no Independência, em Belo Horizonte, pela 35ª rodada do Brasileirão. O time do técnico Givanildo Oliveira, que reestreou à frente do clube mineiro como mandante, conquistou pontos importantes na briga contra o rebaixamento, graças aos gols de Rafael Moura e Matheusinho, enquanto Gabriel fez para os santistas.

Apesar do triunfo, o time mineiro segue na zona do descenso, mas agora com 37 pontos, enquanto a equipe santista estacionou nos 46 pontos e ocupa o décimo lugar. O América-MG vai voltar a campo contra o Palmeiras, às 21h45 desta quarta-feira, fora de casa. Já o Santos, que está sete pontos distante do G6, vai ser mandante contra o Botafogo, às 21 horas desta quarta-feira.

O jogo

Apesar de o Santos ameaçar levar perigo nos primeiros minutos de jogo, por causa da velocidade dos jogadores no contra-ataque, o América-MG foi o primeiro time a levar perigo. Aos 7 minutos, Ademir recebeu cruzamento pela esquerda e chutou de primeira, de canhota, mas a bola explodiu no travessão. O meia do time mineiro voltou a levar perigo com mais três finalizações na primeira etapa, todas defendidas por Vanderlei, que também sofreu com um pisão na perna, dado pelo atacante Luan e ignorado pela arbitragem.

O placar foi inaugurado aos 30 minutos. Depois de o América-MG levar sorte em bate-rebate na intermediária de ataque, a bola sobrou para Ademir, que driblou Gustavo Henrique e serviu Rafael Moura. O centroavante fintou Diego Pituca e bateu com a perna direita, de chapa, no canto esquerdo do goleiro Vanderlei, que quase alcançou a bola.

Rafael Moura ainda perdeu uma boa chance, após dominar dentro da área lançamento feito pelo lado esquerdo e chutar para defesa de Vanderlei. O Santos, por sua vez, passou a organizar melhor a jogadas de ataque e chegou ao empate aos 45 minutos. Depois de disputa no meio de campo em que Copete acertou a mão no rosto de Ademir, Gabriel carregou a bola no ataque e inverteu a jogada para Bruno Henrique, que dominou pelo lado direito e devolveu para o companheiro de equipe acertar chute de primeira, com a perna esquerda. João Ricardo pulou no canto esquerdo dele, mas não alcançou.

Melhor na partida depois do intervalo, o América-MG reconquistou a vantagem no placar aos 19 minutos. Matheusinho recebeu bola na faixa central da intermediária de ataque e chutou forte a bola, que desviou em Gustavo Henrique e tirou Vanderlei do lance. Em seguida, o time mineiro se fechou no campo de defesa e conseguiu travar as ações de armação santistas.

O América-MG ainda acertou uma bola no travessão, em cobrança de falta de Zé Ricardo, e reclamou um pênalti não marcado em Rafael Moura. Já as alterações de Cuca feitas no setor ofensivo, com Arthur Gomes de meia e Sasha no ataque, nos lugares de Bruno Henrique e Copete, não surtiram efeito e o placar não se alterou até o apito final.