Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 20/11/2017
  • 13:31
  • Atualização: 13:54

Acusado de assédio, Jeffrey Tambor deixa "Transparent"

Ator divulgou comunicado negando os abusos e dizendo que não conseguiria voltar aos sets de filmagem

Amazon ainda não se manifestou sobre a continuidade do projeto sem o ator | Foto: JC Olivera / Divulgação / CP

Amazon ainda não se manifestou sobre a continuidade do projeto sem o ator | Foto: JC Olivera / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Depois de ser acusado de assédio sexual por membros da equipe de"Transparent", Jeffrey Tambor anunciou que não fará mais parte do seriado da Amazon. Protagonista da série, o ator que venceu dois Emmys e um Globo de Ouro pelo pepel de Maura Pfefferman nega os abusos e diz que não conseguiria voltar aos sets de filmagem.

"Interpretar Maura Pfefferman em 'Transparent' foi um dos maiores privilégios e experiências criativas da minha vida. O que ficou claro nas últimas semanas, no entanto, é que este não é mais o trabalho que escolhi quatro anos atrás. Eu já deixei claro meu arrependimento profundo se qualquer ação minha foi mal interpretada por alguém como sendo agressiva, mas a ideia de que eu iria deliberadamente molestar alguém é completamente falsa. Dada a atmosfera politizada que parece ter atingido nosso set, eu não sei como posso voltar a 'Transparent'", declarou o ator em um comunicado. A equipe de produção de "Transparent" ainda não se manifestou sobre a continuidade do seriado.

Tambor foi acusado de assédio sexual pela atriz trans Trace Lysette, que interpreta Shea na série. Ao falar à revista The Hollywood Reporter, ela descreveu o comportamento do ator, dizendo que ele fez "muitos avanços e comentários sexuais" até assediá-la fisicamente. "Minhas costas estavam apoiadas em uma parede quando Jeffrey me abordou. Ele se aproximou, colocou os pés descalços em cima dos meus, de forma que eu não conseguia me mexer, e começou a fazer movimentos rápidos e discretos contra meu corpo. Eu senti o pênis dele no meu quadril através do pijama fino que ele vestia e o empurrei", relatou.

O ator de 73 anos já havia dito que rejeitava e negava "de forma inflexível e veementemente toda e qualquer implicação e alegação de que eu alguma vez tenha cometido qualquer ato impróprio em relação a esta pessoa ou qualquer outra pessoa com quem já trabalhei". Conforme o Deadline, a antiga assistente de Tambor, Van Barnes, também escreveu sobre o comportamento impróprio dele, mas em uma publicação privada em sua conta no Facebook.