Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Abril de 2017

  • 17/01/2017
  • 12:54
  • Atualização: 13:09

Gisele Mirabai é a vencedora da primeira edição de Prêmio literário da Amazon

Escritora conquista premiação com romance "Machamba"

Gisele postou agradecimento no Instagram | Foto: Instagram / Reprodução / CP

Gisele postou agradecimento no Instagram | Foto: Instagram / Reprodução / CP

  • Comentários
  • AE

Gisele Mirabai, e o seu romance "Machamba", é a vencedora da primeira edição do Prêmio Kindle de Literatura, criado pela Amazon em parceria com a editora Nova Fronteira. O livro, já disponível na plataforma Kindle Direct Publishing, destinada para autopublicação de autores independentes, será lançado em edição impressa pela Nova Fronteira até o fim do primeiro semestre de 2017.

Foram mais de 2 mil livros inscritos, de 1,7 mil escritores de todos os estados do Brasil. O júri foi composto pela equipe editorial da Nova Fronteira, e por Carlos Heitor Cony e Geraldo Carneiro. Gisele é escritora, atriz e roteirista de Belo Horizonte, e tem outros livros publicados. Ela também participou da oficina de escrita de Marcelino Freire em 2009.

"Machamba" ganhou também uma bolsa Funarte de Criação Literária. O livro conta a história de uma garota moradora do interior de Minas Gerais que no presente vive em Londres e para entender sua história empreende uma viagem em tempos diferentes da sociedade para redescobrir suas próprias raízes.

No início desta tarde, Gisele postou um agradecimento no Instagram. "Agradeço imensamente a todos os leitores, pela força recebida, minha família, meus amigos, à Amazon e à Editora Nova Fronteira. Obrigada, gente, estamos juntos!", escreveu ela.

Entre os livros inscritos no Prêmio Kindle, 33 deles ficaram, em algum momento, entre os 100 mais vendidos da Amazon. "Foi uma ótima oportunidade a voltar a atuar na produção contemporânea" disse a diretora editorial Daniele Cajueiro. "Foi um trabalho de fôlego intenso, mas trouxe um novo ar para o nosso catálogo, e pode inclusive trazer novos nomes para a casa." Segundo a editora, o Prêmio é uma porta de entrada para a ampliação do catálogo de autores contemporâneos da Nova Fronteira.