Correio do Povo | Notícias | Inter deve gastar menos com futebol em 2015

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

  • 31/12/2014
  • 10:51
  • Atualização: 10:59

Inter deve gastar menos com futebol em 2015

Apesar da disputa da Libertadores, direção trabalha com orçamento menor que na última temporada

Inter deverá gastar menos com futebol em 2015 | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Inter deverá gastar menos com futebol em 2015 | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski

Os novos dirigentes colorados já sabem com exatidão quanto terão à disposição para investir na reforma do grupo que atuará na Libertadores. Atuais e futuros dirigentes, além de técnicos do clube, examinaram as finanças coloradas e definiram o volume de recursos que o futebol terá nos primeiros 30 dias do ano para contratar jogadores.

Por enquanto, apesar das promessas de campanha, a tendência é que o clube invista menos em 2015. Na temporada que está acabando, o Inter gastou R$ 216 milhões com futebol. No valor, estão incluídos o pagamento de salários e direitos de imagem dos jogadores e da comissão técnica, além de despesas com viagens, hospedagem, comissões etc. No orçamento de 2015, aprovado pelo Conselho Deliberativo pouco antes do Natal, o futebol é contemplado com R$ 183 milhões.

No entanto, o orçamento será reformado, com elevação dos investimentos para o futebol. “Temos uma Libertadores pela frente. Precisamos investir no time”, lembra o vice-presidente eleito — que acumulará a Pasta de Finanças —, Pedro Affatato.

Com os números nas mãos, os novos dirigentes do departamento de futebol estão trabalhando. Neste momento, há várias negociações bem encaminhadas, mas nenhuma próxima de um desfecho. Por enquanto, a tendência é que os anúncios dos reforços sejam postergados para depois da posse do presidente Vitorio Piffero, marcada para 5 de janeiro.

O Inter quer um centroavante, um zagueiro, um lateral-direito e um volante. Nilton é uma opção, apesar da primeira negativa do Cruzeiro. Para a defesa, o preferido é Henrique, do Napoli, que poderia vir por empréstimo.