Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

  • 18/03/2017
  • 20:49
  • Atualização: 21:15

Em dia de homenagens, Inter vence São Paulo por 1 a 0

Único gol da partida foi marcado por Nico López

Em dia de homenagens, Inter vence São Paulo por 1 a 0  | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Em dia de homenagens, Inter vence São Paulo por 1 a 0 | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em dia de homenagens a Fernandão e a D'Alessandro, que alcançou a marca de 350 jogos pelo Inter, o Colorado venceu o São Paulo na noite deste sábado por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Nico López, no fim do primeiro tempo. O resultado deu ao time de Antonio Carlos mais três pontos, o suficiente para ingressar na zona de classificação. 

Na próxima rodada, o Inter irá encara fora de casa o Ypiranga de Erechim. Com o resultado, o time colorado pulou três colocações e agora é sexto, com 10 pontos. 

Inter domina e abre placar no fim

No dia em que D'Alessandro atingiu a marca de 350 jogos pelo Inter, o time entrou em campo para encarar o São Paulo, de Rio Grande, com a obrigação de vencer para entrar na zona de classificação do Campeonato Gaúcho. A partida também teve uma homenagem a Fernandão, que completaria 39 anos hoje. 

Escalado de maneira ofensiva, com três atacantes, o Inter tomou as rédeas da partida desde o primeiro minuto, dominando as ações e apresentando muito mais posse de bola do que o adversário. Apesar disso, durante os primeiros 14 minutos, o Colorado não conseguiu criar uma chance real de gol. A primeira oportunidade apareceu aos 15, depois que Nico López escapou da defesa do São Paulo e avançou para dentro da área. Ele tentou cruzar a bola para Brenner, mas Lacerda evitou o pior. 

Até os 28 minutos, o goleiro Robalo não havia sido exigido. O Inter seguia com mais volume de jogo, mas tinha muitas dificuldades para penetrar na defesa do São Paulo. O time de Rio Grande permaneceu a maioria do tempo na defesa, muito mais preocupado com as movimentações de D'Alessandro, Nico López, Carlos e Brenner. 

A partir dos 30 minutos, o Inter intensificou a pressão e passou a usar a velocidade dos atacantes a seu favor. Aos 31 minutos, D'Alessandro iniciou uma jogada e lançou Nico dentro da área. O uruguaio tentou o chute de canhota, mas a bola bateu na defesa do São Paulo. 

Mais tarde, aos 36, Robalo teve de trabalhar. Após cruzamento de William em uma cobrança de falta, Brenner cabeceou em cima do goleiro, que fez uma grande defesa para evitar o primeiro gol do Inter no jogo. 

A etapa inicial se aproximava do fim, quando o Inter tirou o zero do placar. Aos 44, Brenner foi lançado em profundidade por Carlos e ficou cara a cara com Robalo. O centroavante se livrou do goleiro, mas perdeu ângulo. O jogador foi frio e esperou a chegada de Nico, que recebeu o cruzamento e empurrou a bola para o fundo das redes, fazendo 1 a 0.   

Inter administra e São Paulo cresce no jogo 

O gol no fim do primeiro tempo tranquilizou o Inter para a etapa complementar. A equipe de Antonio Carlos retornou ao gramado sem mudanças, mas ainda disposta a ampliar o placar, que era perigoso. Aos 13 minutos, Uendel invadiu a área pela esquerda e cruzou forte. A intervenção de Robalo evitou o que seria o segundo gol do Colorado.

O São Paulo, que antes não tinha forças para agredir, encontrou uma oportunidade para contra-ataque na falha de Rodrigou Dourado aos 16 minutos. Em velocidade, Fidélis levou o time de Rio Grande ao ataque concluiu a jogada com um chute que terminou na linha de fundo.

A resposta do Inter veio aos 23, quando Carlos lançou Uendel na ponta-esquerda. O lateral cruzou a bola rasteiro e quase o zagueiro Lacerda faz um gol contra. Brenner vinha logo atrás para marcar, mas não contava com a antecipação do defensor.

Aos 32 minutos, Fred Saraiva, que havia entrado no lugar de Leomir no São Paulo, aproveitou o robote de um escanteio e chutou forte, buscando o ângulo do gol do Inter. Danilo Fernandes foi obrigado a trabalhar e fez uma grande defesa.

Aos 46, no apagar das luzes, Fred Saraiva e Danilo tiveram um segundo encontro. Após um lançamento, Dourado afastou mal e a bola sobrou para o atacante do time de Rio Grande, que chutou forte para mais uma grande defesa do goleiro colorado. O Inter escapou de sofrer o empate na última bola do jogo. Apesar do sofrimento no segundo tempo, o Colorado garantiu os três pontos. 

Gauchão 2017

Inter 1

D. Fernandes, William, Leo Ortiz, Ernando, Uendel; R. Dourado, Anselmo, D'Alessandro; Nico López (Valdívia), Brenner, Carlos. Técnico: Antônio Carlos Zago.

São Paulo 0

Robalo, Adriano Lara, Lacerda, Diego Rocha, Henrique; Dema, Leomir (Fred Saraiva), Fidelis, Cleiton (Welder); Neilson (Rafael Pilões), Chico. Técnico: Gilson Maciel.

Gols: Nico López, aos 44/1º

Cartões Amarelos: Anselmo;

Árbitro: Jean Pierre de Lima

Local: estádio Beira-Rio